Boletim Eletrônico

Dirf 2021 tem de ser entregue até 26 de fevereiro



Receita Federal define regras para entrega da declaração do imposto que foi retido na fonte em 2020

Exigida de pessoas físicas e jurídicas que pagaram ou creditaram rendimentos com retenção de imposto na fonte, ainda que em um único mês este ano, a Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf) 2021 precisa ser apresentada até dia 26 de fevereiro.

O envio da declaração é feito pela internet e exige certificado digital válido de empresas, exceto para as enquadradas no Simples Nacional. Pessoas físicas também estão dispensadas da exigência.

Por ser uma das principais bases para cruzamento de dados utilizadas pela Receita Federal, a Dirf tem de ser preenchida com muito cuidado. Erros ou omissões no preenchimento comprometem a restituição do imposto de renda de quem recebeu o pagamento e geram multa para o declarante.

As regras para apresentação da Dirf 2021 podem ser consultadas na Instrução Normativa nº 1.990/20, publicada dia 23.